A cultura entre reconhecimento e protestos durante o prêmio APCA

16.05.17

A cultura entre reconhecimento e protestos durante o prêmio APCA

A noite de entrega do 60º Prêmio APCA foi marcada por muita emoção e também por protestos no palco do Theatro Municipal de São Paulo, nesta segunda (15). Um dos momentos mais emocionantes da noite foi a homenagem ao ator Domingos Montagner, que morreu afogado no rio São Francisco no ano passado. Ele ganhou o póstumo Grande Prêmio da Crítica em TV, por sua trajetória artística e atuação em “Velho Chico”. A viúva de Montagner, Luciana Lima, recebeu o troféu e, emocionada, lembrou da paixão do marido pelo circo e seu grupo, La Mínima Circo e Teatro, que completa 20 anos (...)

Outro momento de emoção foi o discurso de Maria Alice Vergueiro, que levou o Grande Prêmio da Crítica em Teatro. A atriz de 82 anos relembrou sua trajetória nos palcos e agradeceu ao grupo ao grupo Os Satyros e aos seus fundadores, Rodolfo García Vázquez e Ivam Cabral por ajudá-la a fazer teatro nos últimos anos (...)

Os artistas da Dança protestaram com cartazes no qual criticaram o secretário de Cultura de São Paulo, André Sturm, e exigiram a volta do Fomento à Dança da Cidade de São Paulo. Sandro Borelli, presidente da Cooperativa Paulista, criticou os congelamento de verbas na pasta da Cultura promovido pelo atual prefeito de São Paulo, João Doria. Premiada como melhor atriz de TV por “Velho Chico”, Selma Egrei também criticou o secretário de Cultura de São Paulo, André Sturm, e disse que ele precisa “se tornar amigo e não inimigo” da cultura. O prefeito João Doria e o secretário de Cultura, André Sturm, não compareceram à cerimônia no Municipal, a mais tradicional premiação artística de São Paulo e do Brasil. (...)

Confira alguns dos premiados 

TEATRO

Grande Prêmio da Crítica: Maria Alice Vergueiro
Espetáculo: Sobre Ratos e Homens 
Diretor: João Falcão (Gabriela, um Musical) e Kiko Marques (Sínthia
Autor/Dramaturgia: Vinicius Calderoni (Os Arqueólogos) Ator: Leonardo Fernandes (Cachorro Enterrado Vivo
Atriz: Denise Weinberg (O Testamento de Maria
Prêmio Especial: Lenise Pinheiro (pelo registro histórico da cena teatral paulista)

TEATRO INFANTO-JUVENIL 

Grande Prêmio da Crítica: Peer Gynt, direção de Gabriel Villela 
Espetáculo de Valorização da Cultura Popular: CAMINHO DA ROÇA (Grupo As Meninas do Conto) 
Espetáculo de Bonecos: Berenices (Grupo Morpheus Teatro) 
Espetáculo de Inclusão e Acessibilidade: Feio (Coletivo Grão de Arte e Cidadania) 
Espetáculo Interativo: Chiquita Bacana no Reino das Bananas (Grupo Folias D’Arte) 
Espetáculo de Texto Adaptado: Henriques (Cia Vagalum Tum Tum) 
Espetáculo sobre Diversidade Sexual e de Gênero no Universo Infanto Juvenil: A Princesa e a Costureira (grupo Teatro da Conspiração, de Santo André)
 

(Fonte: https://blogdoarcanjo.blogosfera.uol.com.br/2017/05/16/emocao-e-protestos-marcam-60-premio-apca-no-municipal/)